Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Over The Rainbow - Um Conto de Fadxs, a Resenha.

    Os contos de fadas atravessaram gerações e, por muitas vezes, novas versões surgiram com diferentes temáticas. Não é exceção para o Over The Rainbow que recria cinco contos de fadas: Cinderela, João e Maria, Rapunzel, A Bela e a Fera e Branca de Neve.      Recontados no período contemporâneo e abordando assuntos como homofobia, transsexualidade e a descoberta da sexualidade. Os contos são importantíssimos para a literatura em geral, abordando assuntos quase invisíveis e marginalizados, mas importantes para que leitores LGBTQ possam ter onde se espelhar e se inspirar. E graças a Editora Planeta, o Over The Rainbow oferece isso.      Escrito pelos youtubers Lorelay Fox, Maicon Santini, Renato Plotegher e Eduardo Bressanim e pela escritora Milly Lacombe.

    Lançado em 2015, abrange cinco contos: 
•Mais do que manteiga com mel (Cinderela) - Milly Lacombe. •O amargo da intolerância  (João e Maria) -  Renato Plotegher. •Atormentado (A Bela e a Fera) - Eduardo Bressanim. •O Loirinho do…
Postagens recentes

4 elementos

Água corrente dos rios e oceanos
Fogo quente e recriador das massas
Terra forte e impetuosa dos continentes
Ar fluido e limpo dos céus transparentes Chuva fina que cai sobre a pele
Faisca que acende a chama da paixão
Rocha que sustenta toda uma dinastia
Brisa que refresca e emana vidaTempestade que limpa
Vulcão que incinera
Terremoto que derruba
Furacão que dilaceraSangue quente que me transborda
Temperatura que sobe ao ver gente
Ossos cicatrizados cheios de histórias
Respiração que limpa minha menteH.B

Resenha de A Insustentável Leveza do Ser (SPOILER!)

     Quando o mundo estava vivendo uma crescente tensão política entre Estados Unidos e URSS, era muito comum que as obras deste período tivessem o contexto histórico muito presente, como segundo plano ou como tema principal. E é dentro dessas características que surgiu o romance, que mais tarde foi adaptado para o cinema, A Insustentável Leveza do Ser (1984) de Milan Kundera. (1929 - atualmente). Nascido em Brno, Tchecoslováquia, Kundera criou quatro grandes personagens para este romance. A história se passa na capital da República Checa, Praga, na época em que a Russia a invadiu. Parte da história se passa em Praga e a outra parte em Zurique. Tereza e Tomas formam o casal principal da história, Franz e Sabina formam o segundo, sendo Sabina a amante de Tomas. Todos eles vivem desilusões e grandes tristezas durante o decorrer da história. A Insustentável Leveza do Ser é repleto de questões políticas, de questionamentos filosóficos, análises psicológicas e momentos históricos. 
"…

Soda

Ela está perdida procurando algo para beber
Ofereceram-na amor num copo de vidro.
Mas seu coração não existia
Chamaram-na então, senhorita Coração Partido.
Ela vivia na correria
Dizia procurar pelo seu coração
As pessoas respondiam "é falta de alguém"
Com medo, sua única solução
Para uma garota amargada
Era aceitar a tentação do suicídio
Bebendo de outro copo de vidro
O doce escorreu pela sua boca
Pelos lábios amargos de lima
Mas era cáustico e ela não sentia
- HB

Negro e Solimões

    Nas entranhas da floresta amazônica, muito longe dos limites do reino de Iara, onde a antiquíssima Árvore Cantante crava suas raizes e o Andurá queima, os rios Negro e Solimões nascem em toda sua beleza e esplendor.  Escorrem por entre as árvores da Amazônia até, que em um encontro inesperado, se esbarram. A água de ambos os rios nasceram das lágrimas de Jaci e Guaraci, os deuses Lua e Sol, respectivamente. As únicas vezes em que podem se amar é durante a aurora, o crepúsculo e o eclipse. Todas as vezes que isso acontece, as lágrimas de ambos caem sobre a terra durante sua despedida, enchendo os rios-pai do rio Amazonas.      O nascimento dos rios vem de muito antes desses encontros e desencontros, vem da criação do universo por Yamamdú. Quando ele havia terminado sua criação, e o povo tupi aprendia com Sumé, Jaci e Guaraci conviviam juntos no céu, mas Tupã, que reinava sobre a Terra, ordenou que Guaraci iluminasse um lado da terra enquanto Jaci cuidava do outro para que Anhangá …

Fases

Soneto I - Coração de chiclete Bem vindo ao amor juvenil:
Ter muitos, não ser de ninguém.
Não sou de boca nenhuma...
Egoísta, sou prazer meu.Mastigue o seu, puro açúcar mortal.
Saiba que é chiclete
Engula depois, é apenas ácido letal.
Agora é apenas veneno O coração é de plástico
As chamas o consomem,
As emoções conversam com o dinheiro.Corações de chiclete não sabem amar,
Inflam seus ego-corações.
Qual será sua próxima vítima?*****Soneto II - Quando o Universo conspiraConspira contra nós, oh Universo.
Somos todos maltratados
Por esse mundo controverso.
Somos a escória dos mal amados. Poetisamos, pintamos, cantamos
Transformamos a dor em arte.
Fugimos da realidade que abalamos
Com a nossa destruidora arte.Corações corrompidos;
Partidos em dois,
Fomos esquecidos.Reconstruimos o mundo
Modelamos nossas mentes
Não há paz sem a nossa guerra...*****Soneto III - VidroMeu coração é de vidro
E há nele três rachaduras
De onde o sangue quente escorre
E o fogo da paixão se consome.Mentiras, co…

Signos

Não me restrinja a uma constelação
Sou mais do que isso, um universo
Cheio de estrelas e buracos negros
De certezas e contradiçõesNão sou signo, base de personalidade
Não sou símbolo, sem significado
Sou explosões e luzes no espaço
Implosões e sentimentos apertadosSou pessoa, alma e mente
Não sou só estrela
Sou espaço e muita genteSou infinito, imenso, um oceano
Adjetivos, superlativos, minimalismo
Sou mais do que dois extremos, sou tudo